História da Fanfarra

Home / História da Fanfarra

Nos alvores de 1978, haviam começado a ensaiar-se os primeiros passos para a constituição da Fanfarra. E para o arranque desta importante estrutura, foi determinante a acção de um bombeiro da “Velha Guarda”, trompetista exímio e compositor, Manuel de Almeida Ângelo (Vaqueiro). Houve que motivar os mais jovens e os menos jovens, promover ensinamentos e ensaios, tanto na execução dos clarins, como dos instrumentos de percussão. O entusiasmo foi grande e, desde logo, Manuel Paulo Almeida, com a sua enorme dedicação, vai semeando entre os aderentes, o gosto pela actividade. Essa dedicação chegou até aos dias de hoje, e o Manuel Paulo Almeida, continua a ser um dos grandes responsável pela Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Mangualde.

A primeira apresentação pública da Fanfarra teve lugar a 29 de Junho de 1979, nas comemorações do cinquentenário, em actuação conjunta com elementos da Fanfarra dos Voluntários da vizinha vila de Nelas cujo responsável, o Chefe Ricardo, teve uma colaboração imprescindível com Manuel Almeida Ângelo nos primeiros passos da Fanfarra de Mangualde.

Pode dizer-se que hoje, a Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Mangualde, é uma verdadeira embaixadora da instituição, tanto em solenidades religiosas como civis, por todo o concelho e fora dele. Hoje, é um agrupamento com meia centena de elementos, integrando também elementos da Secção Destacada de Abrunhosa-a-velha, onde ainda o Manuel Paulo orienta os ensaios, sendo a coordenação global da responsabilidade do Adjunto de Comando, Diogo Lopes.